sexta-feira, agosto 31, 2007

Pele de ouro marrom

a vida bate asas sem dor

o peito antes ofegante agora se enche de sentidos

pele, cheiro, gosto e um olhar que agora é mais meu do que nunca

em você me encontro, me envolvo

sou impossível, inesperado, vivo

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial