quinta-feira, janeiro 20, 2005

não...

não estou chegando.. não venho de lugar nenhum...

estou sóbrio.

Com todos os pianos cutucando minha consciência
Com todo o desejo que você provoca
Com o barulhinho da lagoa que vem ao fundo...

eu quero ver nascer e morrer o sol ao seu lado, enquanto tivermos amor um pelo outro...

e que isso dure o bastante para saciar a vida e celebrar a existência na hora da morte...

1 Comentários:

Às sábado, janeiro 22, 2005 2:02:00 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Uau...tô passada !! Como eu num tenho altura pra escrever um negócio desses, tomo emprestado de um tão bom quanto:

"...to die by your side...well the pleasure and the privilege is mine..."

Beijos!
N.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial