quarta-feira, setembro 19, 2007

inesperado

O inesperado não está presente em tudo? A idéia de causa e efeito normalmente está engessada a um modelo que foi criado na tentativa de compreender a nós e ao nosso entorno como um sistema fechado. Somos acostumados a repetir essa forma de enchergar o mundo, entendê-lo através de categorias e classificações. Tentativa inútil de colocar tijolo sobre tijolo, como se o mundo fosse uma grande parede. Ainda nos ensinam a conhecer o mundo dessa forma - alicerce, paredes e telhado respectivamente nessa ordem.

Ao longo do tempo foram criados estilos musicais, literários, etc... Ao produzirmos algo somos obrigados a classificá-lo como isso ou aquilo. Se não o fizermos, alguém o faz. Não parece absurdo?

O mundo não é um sistema (apesar de conter possíveis sistemas nele). Muitas coisas podem ser classificadas, entendidas e categorizadas mas, ao que me parece, o inesperado não cabe nessa lógica. Teria o inesperado uma lógica?

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial